Recuperar pendrives / Cartões de Memória

Home > Recuperação de dados > Recuperar pendrives / Cartões de Memória

Recuperar pendrives / cartões de memória

O cartão de memória flash é um tipo de armazenamento não volátil que utiliza circuitos electrónicos em vez dos suportes magnéticos e ópticos dos discos rígidos e CDs/DVDs. Isto torna possível reduzir significativamente as dimensões dos dispositivos que o utilizam, bem como aumentar a sua resistência aos choques, uma vez que lhes faltam peças mecânicas que são mais difíceis de danificar com uma queda.

Os primeiros a aparecer foram o CompactFlash (conhecido como CF) da empresa SanDisk. Depois deles e numa evolução de quase a formato para cada ano apareceram os cartões SmartMedia (SM), MultiMedia Card (MMC), Memory stick (MS), Secure Digital (SD) e xD-.
Recuperar cartão AXS. Que é um formato de cartão de memória em que a sua utilização é especialmente dirigida para a gravação de material em formato RAW. Com a sua elevada capacidade e velocidade de leitura/escrita, é ideal para fluxos de trabalho de 2K e 4K.
Recuperar cartão XQD. É um formato de cartão de memória que se destina a câmaras de vídeo de alta definição e câmaras digitais de alta resolução. Oferecem velocidades de leitura e escrita de 1 Gbit por segundo até aproximadamente 4 Gibt por segundo e a sua capacidade de armazenamento pode atingir tamanhos superiores a 2TB.
Recuperar cartão SXS. É um tipo de cartão de memória baseado na tecnologia Compact Flash, que tem a sua utilização principalmente para gravação de vídeos de alta definição.
Recuperar CompactFlash. O primeiro a aparecer em 1994, tem 2 tipos, um de 3,3 mm e outro de 5 mm, hoje em dia são amplamente utilizados para câmaras digitais profissionais às quais oferece a maior capacidade de armazenamento. aprox. 12 GB.
Recuperar SmartMedia. Surgiram em 1995 e são uma marca registada da Toshiba. A sua concepção é totalmente diferente das restantes, uma vez que oculta um chip de memória NAND rápido no seu interior e não tem um controlador integrado que controla a troca de dados como nos anteriores.
Recuperar Cartão Multimédia (MMC). Surgiram em 1997 por iniciativa da Siemens e da ScanDisk e estão entre as mais pequenas. São frequentemente vistos na última geração de telemóveis. Há modelos que oferecem segurança com encriptação e protecção de hardware.
Recuperar xD-Picture Card (xD). Desenvolvido pela Fujifilm e Olimpus (Fabricado pela Toshiba) o eXtreme, a sua última versão permite capacidades até 8 GB, utilizando uma arquitectura celular multinível.
Recuperar Memory Stick (MS). Surgiu em 1998, utilizado em produtos como câmaras digitais, leitores e telefones. Foi o primeiro a desenvolver o método de tabulação para evitar a eliminação acidental de dados. Actualmente existem modelos no mercado que suportam uma capacidade de 32 GB.
Recuperar Secure Digital (SD). Têm uma das maiores taxas de transferência e incorporam um separador de protecção para evitar a eliminação acidental de dados. Actualmente, os cartões deste tipo são vendidos com uma capacidade de armazenamento de até 4 GB.
Recuperar pendrive. São a outra variante da memória flash. Conhecidas por vários nomes, são tremendamente populares e substituíram quase completamente um dos componentes mais antigos do computador, as unidades de disquetes. É agora quase normal que as BIOSes permitam ao computador arrancar a partir destas unidades flash.
Open chat
Necessitas ajuda?